terça-feira, 27 de Janeiro de 2009

Aviso Sobre a Poluição

Espero que com este blog as pessoas abram os olhos em relacção às condições do nosso planeta devido à poluição, porque de um momento para o outro pode acontecer um desastre ambiental e matar todas as pessoas do mundo.

terça-feira, 20 de Janeiro de 2009

Medidas de Prevenção da Poluição


Para que haja qualidade de vida e não se coloque a saúde em risco, é necessário que o ambiente esteja protegido das agressões constantes do homem.
Assim , é preciso, entre outras medidas:
- diminuir a quantidade de gases que se enviam para a atmosfera;
- diminuir a quantidade de adubos, pesticidas e herbicidas que se usam na agricultura, que poluem os solos e contaminam os lençóis de água;
- proteger as águas, procurando tratar e despoluir os esgotos e as águas que vêm das fábricas;
- cuidar os lixos domésticos e outros que degradam e poluem o ambiente;
- reciclar e reutilizar o papel, o vidro, etc., utilizando-o no fabrico de outros objectos em vez de o abandonar em lixeiras;
- limpar rios, poços, florestas...;
- evitar o desperdício de água.

quarta-feira, 7 de Janeiro de 2009

Principais Causas da Poluiçao Luminosa


A poluição luminosa é provocada pelo desperdício de luz nocturna.
À noite, numa cidade, o céu fica menos estrelado do que numa aldeia.
Isso deve-se à iluminação artificial, muitas vezes utilizada de forma incorrecta e que gera uma outra forma de poluição - a poluição luminosa.
Em locais com muita luz nocturna, o céu fica coberto por uma enorme bolha luminosa, que nos impede de ver nitidamente as estrelas, luz essa tão forte que nos magoa a vista e nos faz ficar por vezes com dor de cabeça.

Principais Causas da Poluição do Solo



A poluição do solo pode ter várias causas, mas uma das principais é o uso de produtos químicos na agricultura. Os agrotóxicos, como são chamados, servem para fertilizar o solo, eliminar ervas daninhas e destruir pragas. São úteis para a produção, mas causam estragos ambientais terríveis, alterando o equilíbrio do solo e envenenando animais através das cadeias alimentares.

As fábricas também são outra fonte de poluição do solo. Como grandes produtoras de lixos, normalmente acumulados em depósitos irregulares, esses lixos, mesmo quando não tóxicos, acabam vazando pelos containers corroídos, contaminando a terra.

Outros grandes poluidores são os aterros, onde são jogados os lixos recolhidos nas cidades. A decomposição da matéria orgânica existente no lixo gera o chorume, um líquido escuro de mau cheiro e um alto potencial poluidor. Apesar da proteção do solo nos aterros, o chorume acaba vazando e contaminando o solo.

Outro problema dos aterros é o lixo tóxico. Como não há a mínima preocupação em separar o lixo, acabam indo para os aterros produtos perigosos, causando danos irreparáveis ao lençol freático.

Outro tipo de lixo extremamente perigoso é o produzido pelas usinas nucleares. Os lixos radioativos causam problemas sérios de saúde. Não há conhecimento científico até hoje sobre como descartá-lo de forma segura.

terça-feira, 6 de Janeiro de 2009

Principais Causas da Poluição Sonora


Isto são alguns sons considerados como ruídos simples do nosso dia-a-dia:
Um grupo de amigos a conversar em tom normal;
Um caminhão pesado em circulação;
O tráfego de uma avenida de grande movimento;
Trios eléctricos num carnaval.

A poluição sonora atrapalha diferentes actividades humanas, independentemente dos níveis sonoros serem potencialmente agressores aos ouvidos, a poluição sonora pode, em alguns indivíduos, causar estresse, e com isto, interferir na comunicação falada, base da convivência humana, perturbar o sono, o descanso e a relaxamento, impedir a concentração e aprendizagem, e o que é considerado mais grave, criar estado de cansaço e tensão que podem afectar significativamente o sistema nervoso e cardiovascular.

Podemos citar vários tipos de origem para o ruído e sons não ruidosos potencialmente agressivos para o órgão auditivo:

Ruído por trânsito de veículos;
Ruído por atividades domésticas e públicas;
Ruído industrial.

Principais Causas da Poluição Atmosférica


A poluição atmosférica resulta da emissão de gases poluentes ou de partículas sólidas na atmosfera.
Pode provocar uma degradação dos ecossistemas devido ao lançamento de inúmeras substâncias e não respeita fronteiras, por isso pode se tratar de um problema local e transfronteiriço. Este tipo de poluição pode dar origem ao efeito estufa, às alterações climatéricas, à diminuição da qualidade do ar, a problemas de saúde nos seres vivos como diversas doenças respiratórias, diversos tipos de cancros, entre outros.

Principais Causas da Poluição Aquática


As principais fontes de poluição dos rios, lagos e ribeiros são: águas superficiais e subterrâneas, são as águas residuais resultantes da indústria, da agricultura e das actividades domésticas. As águas residuais estão carregadas de sais minerais, substâncias não bio-degradáveis, fertilizantes, pesticidas, detergentes e micróbios. Tornam a água imprópria para abastecimento público e põe em causa a vida dos seres vivos que habitam os rios, ribeiros e lagos.
Também os oceanos e mares são afectados pela poluição devido aos acidentes com petroleiros que derramam petróleo para o mar e provocam as “marés negras”, a queima de resíduos no alto mar, a lavagem de porões dos cargueiros e petroleiros, os derramamentos tóxicos das indústrias feitos directamente para as praias ou costas, o despejo de lixo radioactivo das centrais nucleares, o funcionamento dos barcos a motor…
Para além destes aspectos, devemos ter em conta que uma parte importante da poluição do mar é consequência da actividade humana na terra. Vejamos alguns exemplos:
Os resíduos sólidos, plásticos, vidros, trapos e outros materiais, deixados nas praias, os pesticidas e adubos utilizados na agricultura, que através da acção da chuva e da erosão do solo, contaminam as águas subterrâneas e os rios, os produtos e as águas residuais não tratadas que são lançados directamente para os rios, e através destes chegam ao mar.